Goiás registra em janeiro melhor mês em cinco anos na abertura de empresas

COMPARTILHAR:
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Segundo dados da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) foram registradas 2.774 novas empresas em solo goiano no primeiro mês do ano. Já de acordo com o boletim do Mapa das Empresa, Goiás se destaca também como a unidade da Federação mais rápida para abrir empresas, com o tempo de 1 dia e 2 horas

Mesmo em meio à pandemia, Goiás conseguiu bater mais um recorde no ramo do empreendedorismo. Em janeiro, foi registrado o maior número de empresas constituídas no Estado nos últimos cinco anos. Segundo dados da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) divulgados na quinta-feira (04/02), foram registradas 2.774 novas empresas em solo goiano no primeiro mês do ano, ante 2.051 em 2020; 1.852, em 2019; 1.592, em 2018; e 1.619 em 2017.

Veja também
Governo de Goiás assina contrato com empresas que vão projetar reconstrução de quase 400 km da malha viária do Estado

O último recorde de geração de empresas no Estado foi registrado em setembro de 2020, com a abertura de 2.618 empreendimentos. E o montante acumulado de janeiro a dezembro de 2020 é o maior da série desde 2017. Foram 26.116 novos CNPJs ao todo no ano passado, contra 23.552 em 2019; 20.547, em 2018 e 20.060, em 2017. Os dados da Juceg não incluem os microempreendedores individuais (MEIs), que são constituídos de forma virtual por meio do portal do Micro Empreendedor Individual.

O resultado foi comemorado pelo governador Ronaldo Caiado, que ressalta medidas que o Estado criou no decorrer da pandemia para estimular um ambiente mais favorável à abertura e sobrevivência de empreendimentos em Goiás, como a criação da Secretaria da Retomada. “Nosso objetivo é cada vez mais preparar as pessoas para o trabalho e abrir oportunidades para o emprego”, cita.

O presidente da Juceg, Euclides Barbo, comemora o avanço da Junta 100% Digital, mesmo em tempos difíceis, como meio de facilitar a abertura de empreendimentos em Goiás. “No mês de janeiro de 2021 tivemos mais um novo e grande recorde para o nosso Estado. Este é outro bom sinal, que demonstra a gradual recuperação de Goiás após o pior período da economia do Brasil e do mundo diante da pandemia da Covid-19”, afirma.

Secretário de Indústria, Comércio e Serviços, José Vitti, acrescenta que o Governo de Goiás acertou quando investiu em ações para desburocratizar a Juceg e se valeu de tecnologia para acelerar o processo de abertura de novos empreendimentos em território goiano. “Os números de 2020 e agora de 2021 mostram que estamos no caminho certo. Este ano vamos trabalhar para superar. Aliás, superação é a palavra de ordem”, destacou Vitti.

1° lugar no ranking nacional

De acordo com o boletim do Mapa das Empresas, do 3º quadrimestre de 2020, divulgado na última terça-feira (02/02), Goiás se destaca como a unidade da Federação mais rápida para abrir empresas, com o tempo de 1 dia e 2 horas.

Mesmo Goiás registrando 1 hora a mais em relação ao quadrimestre anterior, ainda permanece como o Estado mais rápido para se formalizar novas empresas. Em apenas 12 meses, a Juceg saltou do sétimo para o primeiro lugar nesse quesito e assume atualmente a liderança nacional.

Mais notícias dessa região acesse Imparcial Goiás

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás