Ordem de serviço é assinada e Hospital Bom Jesus terá reforma e ampliação estrutural

COMPARTILHAR:
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

O Prefeito Lucas Antonietti assinou na manhã desta quinta-feira (26) a ordem de serviço para a reforma e reestruturação do Hospital Municipal Bom Jesus.

Sob devidos cuidados com os protocolos de saúde contra a COVID-19, a cerimônia foi realizada em frente à Secretaria Municipal de Saúde e contou com a presença também do vice- prefeito, Jorge amaro, secretários de governo representados pelo secretário Dr. Paulo Antonietti e o secretário municipal de saúde, Dr. Rui Borges, vereadores do município, representados pelo vereador e líder do governo na Câmara Municipal, James Faria, o diretor-geral do Hospital Bom Jesus, o gestor hospitalar Eduardo Pereira da Fonseca; a gerente de Operações do ISAC em Goiás e na Bahia, a administradora hospitalar Kamyla Bastos.

Veja também
Águas Lindas sobe para o 4° lugar no ranking de vacinação em Goiás

O Secretário Municipal de Saúde Dr. Rui Borges falou dos desafios de sua pasta na saúde do município e falou que muitos municípios no Brasil, em meio à pandemia, deram desculpas para não avançar na saúde sobretudo na atenção básica. Águas Lindas hoje entre os 246 municípios de Goiás, está em 4º lugar no ranking estadual no total de aplicação de doses.

“ Estamos fazendo melhorias importantes aqui na estrutura do hospital, nós estamos com atendimento exemplar da UPA 24h, que recebe inúmeros de vindos Brasília, muitos não conseguem atendimento em pediatria lá, eles vem aqui pro nosso município” ressaltou Dr. Rui

 

O Vereador e líder do governo, James Faria falou da importância do compromisso do prefeito Lucas no seu plano de governo em dar prioridade na saúde municipal e mudanças significativas realizadas neste primeiro ano de gestão

“ …a nossa população está de parabéns, porque nós temos um prefeito que briga e luta por uma saúde de qualidade “

disse James Faria.

 

O vice-prefeito Jorge Amaro, falou sobre os atendimentos que não haviam aqui no município e a qualidade em que a saúde municipal alcançou no combate à COVID-19.

“ Todos sabem, nosso prefeito é médico e sempre deixou bem claro que como médico era dever dele cuidar da saúde, dar uma saúde melhor para a nossa população, e desde o primeiro dia tem sido o trabalho do nosso prefeito ” disse Jorge Amaro.

O prefeito Lucas Antonietti falou da envergadura do projeto e que decidiu fazer uma atualização para ter uma estrutura e fachada mais moderna earrojada para que a população tenha dignidade o orgulho em usar um hospital funcional e acima de tudo com qualidade no atendimento.

Lucas Antonietti falou ainda sobre a precariedade no atendimento no Bom Jesus e que em menos de um ano, a gestão conseguiu colocar equipamentos de Raios -X digitais, superando a tecnologia analógica que está obsoleta e expõe muito o paciente a riscos de radiação e com qualidade de imagem muito inferior. Novas roupagem de enfermaria, chipadas para otimizar a logística de gestão e higienização. O controle é feito por meio de um chip instalado na etiqueta da peça e o hospital terá acesso à quantidade de roupas enviadas a cada unidade de internação, quantas foram entregues, devolvidas e utilizadas por dia

“ O Rui falou muito bem. Muitos municípios acabaram utilizando a pandemia como uma desculpa de não evoluir e não avançar em algumas áreas. Nós tomamos a decisão ao contrário né Rui, apesar das dificuldades, apesar da questão orçamentária, nós colocando isso como desafio e estamos conseguindo avançar em meio à pandemia “ disse o prefeito Lucas

O Prefeito Municipal falou ainda que, quando assumiu a gestão em 1º de Janeiro, recebeu a UPA 24h do Mansões Odisséia sem credenciamento junto ao Ministério da Saúde e com a iminência de ser fechada já recém inaugurada em dezembro de 2020. O governo municipal decidiu assumir e custear totalmente a unidade até a consolidação do seu credenciamento não gerando ônus à população. A UPA hoje é custeada com orçamento 100% do município e possui também radiologia digital.

Foto reprodução do novo projeto do Hospital Municipal Bom Jesus

 

Etapas do cronograma de obras da reforma do Hospital Bom Jesus

A obra será realizada em três fases, sendo elas:

Fase 1:

Reforma do telhado – Prazo: até 60 dias
Construção da base para instalação da Usina de Oxigênio – Prazo: até 75 dias
Construção e instalação da rede de gases – Prazo: 180 dias
Reforma e modernização da cozinha industrial hospitalar – Prazo: 260 dias
Ampliação e modernização do refeitório – Prazo: 260 dias
Revitalização da entrada principal e fachada – Prazo: 1 ano e meio
Adequação do Centro Cirúrgico e Sala de Parto – Prazo: 1 ano e meio
Melhoria do parque tecnológico (ação contínua)
Adequação de Acessibilidade (ação contínua)

Fase 2:

Ampliação e reforma da área de internação
Melhoria do parque tecnológico (ação contínua)
Adequação de Acessibilidade (ação contínua)

Fase 3:

Construção e implantação da UTI
Reestruturação do Pronto Atendimento com ampliação da Sala Vermelha e criação da Sala Amarela
Melhoria do parque tecnológico (ação contínua)

O Hospital Municipal Bom Jesus é custeado pela prefeitura e atualmente, gerenciado pelo ISAC – Instituto Saúde e Cidadania.

Mais notícias dessa região acesse Imparcial Entorno 

Com informações da SECOM Águas Lindas