GDF espera 100 mil doses de vacina contra Covid na sexta-feira (2); lote vai atender forças de segurança e pessoas com 65 anos ou mais

Por Redação Imparcial
COMPARTILHAR:
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Postos drive-thru estarão abertos durante feriado da Semana Santa. Com ampliação, 37,3 mil idosos devem ser beneficiados.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) espera receber 100 mil doses da vacina contra Covid-19 na sexta-feira (2). Após a chegada do novo lote, a pasta pretende ampliar o grupo prioritário, incluindo pessoas de 65 e 66 anos, além dos profissionais da área de segurança pública.

Veja também 
Novo secretário de Segurança Pública do Distrito Federal é nomeado

O anúncio foi feito em coletiva de imprensa no início da tarde desta sexta, pelo chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha. A data para a aplicação das vacinas ainda será confirmada.

De acordo com Rocha, a imunização continua durante o feriado da Semana Santa nos postos de drive-thru (saiba mais abaixo). Sobre a chegada do novo lote, o secretário afirma que “não se sabe ainda como será divisão entre primeira e segunda dose”.

“Mesmo tendo a reserva, vai ser possível reduzir essa idade para 65 e 66 anos, continuar a vacinação dos grupos de saúde e iniciar a vacinação da área de segurança”, disse Rocha.
De acordo com o secretário, o DF tem cerca de 17,6 mil pessoas com 66 anos e 19,7 mil com 65 anos, um total de 37,3 mil novos vacinados. Já o número de profissionais de segurança não foi divulgado, “o detalhamento será informado quando houver a confirmação da data para o início da imunização do grupo”, aponta o GDF.

Vacinação no feriadão de Páscoa

Segundo secretário de Saúde, Osnei Okumoto, os postos drive-thru estarão abertos na sexta-feira (2) e durante o fim de semana. Trabalhadores da saúde devem agendar. Já para idosos, a marcação de horário não é necessária.

A lista completa dos pontos de vacinação abertos durante o fim de semana e feriado será publicada até quinta-feira (1º) no site da Secretaria de Saúde.

Quem pode ser vacinado?

  • Trabalhadores de saúde da rede pública de todos os níveis de atenção à saúde, bem como do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGES-DF), Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu), da Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS) e da Administração Central (ADMC);
  • Trabalhadores de hospitais privados, conveniados, filantrópicos, universitário e militares que possuem pronto-socorro e recebem pacientes com Covid-19;
  • Trabalhadores dos serviços de Atenção Pré-Hospitalar (APH): resgatistas do Corpo de Bombeiros Militar e outras instituições privadas que prestam APH;
  • Trabalhadores da saúde que serão vacinadores;
  • Idosos maiores de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e os colaboradores das instituições;
  • Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência residentes em residências inclusivas (institucionalizadas) e os colaboradores das instituições;
  • Pacientes do home care (SAD-AC) e do Núcleo de Atenção Domiciliar (Nrad) (AD2 e AD3), além de um cuidador dos pacientes do Nrad, exceto gestantes;
  • População indígena que reside em terras indígenas;
  • Profissionais de saúde inscritos nos programas de residência médica e multiprofissional, profissionais de saúde voluntários, profissionais de vigilância, limpeza e administrativo que atuam nas áreas supracitadas;
  • Idosos de 67 anos ou mais;
  • Profissionais de Saúde do Instituto Médico Legal (IML);
  • Biólogos;
  • Nutricionistas;
  • Professores de Educação Física;
  • Fisioterapeutas;
  • Terapeutas Ocupacionais;
  • Fonoaudiólogos;
  • Psicólogos;
  • Técnicos de Radiologia;
  • Técnicos de Enfermagem;
  • Médicos;
  • Dentistas;
  • Biomédicos;
  • Médicos Veterinários;
  • Profissionais do Serviço Social;
  • Farmacêuticos;
  • Agentes Funerários.

Mais notícias dessa região acesse Imparcial Brasília

Com informações do G1