Caesb reforma reservatórios de água de 4 cidades

Por Redação Imparcial
COMPARTILHAR:
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Com investimentos que chegam a R$ 16.505.836,37, a companhia vai garantir uma vida útil de mais 30 anos para esses equipamentos

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) está reformando os reservatórios de água potável de Brazlândia, do Parque da Cidade, do Gama e de Santa Maria. Juntos, eles abastecem 350 mil habitantes. Com investimentos que chegam a R$ 16.505.836,37, a companhia vai garantir uma vida útil de mais 30 anos para esses equipamentos, além de reduzir custos com limpeza e manutenção.

Veja também 
Em 3 dias, quase 41,6 mil pessoas vacinadas contra a covid no DF

Nas obras de reparo, estão sendo sanados problemas encontrados nas estruturas dos reservatórios, como corrosões, obstruções das juntas de dilatação, irregularidades nas placas das estruturas e fissuras. A Caesb também está fazendo toda a impermeabilização dos reservatórios.

O mais antigo reservatório, o do Parque da Cidade, tem 61 anos e capacidade de armazenamento de 60 mil m³, divididos em quatro câmaras. Ele é responsável por abastecer 100 mil pessoas, entre elas os moradores da região central de Brasília (Asa Sul, Asa Norte, Sudoeste, Octogonal e Cruzeiro) e parte do Lago Sul.

Já o de Brazlândia, com 36 anos, possui três câmaras, cada uma com capacidade de 1 mil m³ de água. Ele atende toda a população de Brazlândia, um total de 45 mil habitantes. O do Gama, com 39 anos, armazena 10 mil m³. Com ele, é possível garantir o abastecimento de 50 mil moradores da região.

Outro reservatório que está passando por manutenção é o de Santa Maria, o mais novo deles, com 25 anos, e responsável por atender 110 mil pessoas com 14 mil m³ de água.

Os quatro reservatórios foram construídos com estrutura em concreto armado. As obras começaram em março de 2020 e devem ser concluídas no próximo mês. Segundo o coordenador regional da Superintendência de Obras da Caesb, Felipe Paiva, ao longo desse período, nenhum cliente ficou desabastecido.

“Todos os reservatórios possuem mais de uma câmara. Então, elas eram isoladas, revitalizadas e colocadas em operação após a conclusão de cada trabalho. Para tudo funcionar perfeitamente, temos três grandes áreas da Companhia envolvidas nesse trabalho. Vamos entregar quatro reservatórios completamente revitalizados à população”, resume Felipe Paiva.

Mais notícias dessa região acesse Imparcial Brasília

Com informações da Caesb